A força da base




Não querendo aqui arranjar desculpas para os erros do jogo contra o Ceará, mas querendo mostrar o quanto a base está sendo vital para a reação do VITÓRIA neste segundo turno do Brasileirão 2018. A participação desastrosa do zagueiro Aderllan, que substituiu o menino Lucas Ribeiro (19 anos), suspenso pela expulsão no jogo contra o Vasco, mostra isso.

O quanto Lucas Ribeiro nos fez falta nesse jogo!!!

Aderllan falhou em não ter feito a cobertura da lateral-esquerda (numa saída errada do time) deixando o lateral-direito cearense entrar como quisesse na área, olhasse e definisse a jogada sem se sequer ser cercado, e este cruzou com força para a pequena área onde o meio-campista Calyson fez o gol de barriga. Mas Aderllan ainda deu as costas ao mesmo lateral do time cearense, o Samuel Xavier, que desta vez chutou direto pro gol e fez o seu, dando número finais ao placar.
Desconectado com o time ele ainda falhou em outros lances.
É!!! Foi um dia para Aderllan esquecer em sua carreira.

Ainda sobre o jogo, o que também nos intrigou foi ver Carpegiani entrar com Bryan no meio-campo!!! Com essa escolha o comandante do VITÓRIA perdeu a vaga para colocar um homem de ligação, e assim o VITÓRIA não criou. Mesmo depois da entrada de Lucas Fernandes e Rhayner o jogo não encaixou. Na frente Neilton vem devendo e muito, e foi substituído pelo André Lima, que pouco, ou nada pôde fazer.

Na tabela os ventos ainda nos ajudaram (o Bahia empatou, e o Botafogo ganhou, os dois times colaram na pontuação, mas perdem no critério de desempate), caímos apenas uma posição, somos o 13º. Assim temos a semana inteira para trabalhar para o confronto direto com o Botafogo-RJ(15º), no próximo domingo 23/Set, às 18h no Barradão.     

RESUMO DO JOGO: Nitidamente Carpegiani entrou para defender-se, mas com a má atuação de Aderllan o planejamento tático furou.

0 Comentários