As coisas estão entrando na normalidade


Olha passando neste momento delicado do nosso rubronegrobaiano para falar de alguns pontos.

Sobre o Técnico Alexandre Gallo que  não foi o nosso escolhido para o comando do VITÓRIA, porém em tão pouco tempo já mostrou que é mais estrategista  que o Argel, pois nos últimos jogos já vemos no time em campo a mão do técnico no esquema
escolhido e no comportamento dos jogadores diante dos adversários.

Com relação a dizer que o plantel do VITÓRIA é inchado nós discordamos, pois diversas outras equipes possuem um número bem maior de jogadores do que o plantel rubro-negro. O que acontece é que o Sinval, o nosso ex-Diretor de Futebol contratou mal. O plantel não está inchado. O plantel tem algumas peças sem qualidade ou sem rendimento técnico satisfatório, e aí sim está o motivo destas dispensas que o Petkovic está fazendo agora. Tinha atletas que nunca tínhamos ouvido falar. Alguns dos caras não tinham nem foto na galeria do elenco no Site Oficial do clube, mostrando como a coisa estava tão desorganizada no VITÓRIA.

A melhora de rendimento da equipe era a única coisa que a torcida esperava depois de tanta mexida fora de campo. Dizemos fora de campo, pois houveram a troca de técnico (precisamente três mudanças de técnicos: Wesley Carvalho, Pet e agora Gallo), muita movimentação política nos bastidores com muita gente do passado (Jorginho Sampaio, Alexi Portela, até Paulo Carneiro), querendo estes se aproveitar do péssimo momento político do clube, mas a saída do Diretor de Futebol Sinval Vieira foi o ponto crucial para toda a melhora do clima no VITÓRIA, o que refletiu imediatamente dentro de campo.


O triunfo deste domingo mostra que com a Direção de Pet e o Comando Técnico de Gallo as coisas acomodaram-se e a qualidade do plantel fez a gente de reagir no Brasileirão levando-nos a sonhar com melhores colocações (Sul-americana; Libertadores), e fugirmos das proximidades da zona de rebaixamento. Já o jogo mostrou que os erros continuam acontecendo, pois a zaga não jogou para fora da área uma bola vinda de um escanteio o que findou com a bola na pequena área nos pés de Diego Souza. Porém o comportamento ofensivo do nosso time foi outro, pois mesmo jogando fora de casa abrimos 2 X 0, com Uillian Correia e Kanu, e no segundo tempo ampliamos com o gol de André Lima.  Nesta quarta estaremos recebendo o Santos no nosso Barradão e a pedia não pode ser outra. Temos que ganhar o jogo. 

0 Comentários