Ressaca!


Jogar 90 minutos de uma partida de futebol é simples para um jogador de futebol profissional, algo que desgasta bastante os atletas, porém a preparação física deixa-os em plenas condições de praticar este esporte com qualidade. Agora jogar um clássico, é jogar um clássico. É diferente. O atleta preparadíssimo para os noventa minutos de jogo ao preparar-se para jogar um clássico o organismo reage diferente. Pois não dorme bem. Quando dorme
sonha ganhando o jogo. Tem pesadelos perdendo o jogo. Sofre a pressão da imprensa e da torcida. Sofre pressão sem saber se vai pro jogo ou não. Enfim, tudo antes de um clássico é pressão para um atleta, mesmo para àqueles mais experientes.
Aí chega o dia.
A cada minuto que se aproxima da hora do embate passa a ter uma dorzinha no pé da barriga e aí chega a hora do jogo.
Depois desse prelúdio o atleta entra em campo. O nervosismo toma conta das duas equipes, mas logo o sangue esquenta e as coisas começam a fluírem.  Com o coração na ponta da chuteira o jogador se entrega totalmente à busca do objetivo que é a vitória, e é aí que se correm mais num clássico. Vibra-se mais num clássico. Disputa-se mais a bola num clássico. Coloca-se tudo a mais num clássico.
Torcida vaia. Torcida aplaude. Torcida grita. Torcida xinga. São os temperos de um clássico.
Gol. Gol. Gol. Gol. Gol. Foram cinco gols no nosso último clássico.
Que boa ideia. Vitória 5X1. Demais. A Fonte Nova continua nossa.
Aí vêm os compromissos.
Ao invés de descanso para desestressar dessa maratona física-emocional que um clássico impõe aos atletas, o Vitória se reapresentou às 11 da manhã da segunda (dia seguinte ao clássico) e a tarde já viajava para o Mato Grosso para jogar pela Copa do Brasil, contra o Mixto. Treinou lá na terça. Jogou quarta. Voltou pra Salvador na quinta. Reapresentou na sexta e jogou com o Botafogo no sábado
Ufa!
Acredito que as derrotas, e mais que isso, a queda de produção do Vitória, já admitida por Caio Júnior, nestas duas últimas partidas (Mixto 2X1; Botafogo 1X0) foi apenas reflexo negativo desse grande desgaste causado pelos deslocamentos seguidos de jogos que foram impostos pelo calendário ao nosso Vitória.   
Boa semana pra nós! 

0 Comentários