Feliz 2013 para o VITÓRIA!


Depois darmos um descanso de final de ano e ficarmos de fora dos debates rubro negros (não que não estivéssemos acom-panhando, apenas não estávamos dando nossa opinião), estamos voltando no dia que antecede o primeiro jogo do ano do Vitória pela primeira rodada
da Copa Nordeste, jogo que será contra o América lá no Rio Grande do Norte. Este jogo seria o alvo de nosso primeiro comentário do ano se nesta semana não tivesse sido anunciado o “pacotão” de contratações feito pela Diretoria rubro-negra.
As negociações feitas mostram claramente dois fatores importantes, um positivo e outro negativo, nos procedimentos desenvolvidos pela Diretoria do Vitória: a) é positivo se contratar jogadores com níveis técnicos com reconhecimento do mercado futebolístico e na plenitude física destes atletas, pois todos têm idades abaixo dos 30 anos, e isso é super-positivo; b) mas o que achamos negativo é a falta de sustentabilidade desse forte plantel, e isso mostrar-se-á num futuro próximo. É que com esse atual e excelente grupo, lá depois de uma ótima temporada (o que todos nós esperamos), encontraremos dificuldades para a manutenção dos bons jogadores contratados nesse “pacotão”, pois muitos desses atletas estão assinando contrato com vencimento no final deste ano, forçando o desmantelamento do grupo que ora contratamos, desfigurando assim o time do Vitória de 2013, e aí ficaremos “a ver navios” em 2014, havendo aí a necessidade de irmos às compras de novo no início do ano que vem quando poderíamos fazer apenas contratações pontuais.
Que a Diretoria melhorou na escolha de nossas contratações isso é evidente, o que nos está faltando agora, em nossa humilde opinião, é critério na contratação (que aconteceu), mas aliado a um planejamento para médio prazo, objetivando galgar uma sequência positiva de participações nos certames que eleve com sustentabilidade o Esporte Clube Vitória ao patamar de clube Classe “A”.
As contratações de Maranhão, Fabrício, Cardoso, Cáceres, William Henrique, Max, Marcos, e David Braz; além de Luiz Alberto, e as possíveis vindas de Herrera e Escudero certamente teremos um forte time para a Copa do Nordeste; Baianão; Copa do Brasil e Série “A”, o que nos dá o direito de sonhar com uma possível Libertadores de América em 2014.
Sorte pra gente em 2013!    

1 Comentários

  1. Assino embaixo!!! Concordo com tudo, inclusive com os pontos negativos citados! A falta de planejamento à médio e longo prazo é notória, estão vindo jogadores de qualidade, no entanto, para jogarem somente uma temporada utilizando, assim, o Vitória como trampolim para suas carreiras. No fim de 2013 haverá outro desmanche no elenco (como occoreu em 2012) e nós torcedores é que sofremos com isso. Penso que poderíamos ter trazido alguns desses atletas em definitivo para esse ano, mas infelizmente não é essa a nossa realidade.

    ResponderExcluir