O Vitória que queremos!

O Leão está focado
Na noite de inauguração do novo placar do Barradão, o Vitória fez com o Paraná Clube um jogo de futebol daqueles que dá gosto de se vê. Com duas viradas e sete gols o Vitória chegou aos 22 pontos e manteve-se no terceiro lugar e agora é ligar o “secador” e torcer contra os Américas; o mineiro que tem 22 pontos para não se distanciar, e o potiguar que está com 19 pontos para não se aproximar. Além do belo espetáculo de futebol com a interferência direta de Carpegianni quando trocou à forma do time jogar, o Vitória 4X3 Paraná Clube, acrescentou importantíssimos três pontos neste nosso retorno a Série “A”.
A surpresa
Ao entrar no jogo em substituição ao Marco Aurélio que saiu contundido, Leílson em seu segundo toque na bola jogou-a na rede fazendo Vitória 1X0, e inaugurando literalmente o placar do Barradão que lançou um novo placar de led com vinte metros quadrados.
O Jogo
Jogando no contra ataque, o Vitória saiu do primeiro tempo com a vitória parcial de 1X0, com o gol de Leílson depois de um lançamento perfeito de Pedro Ken. Pouco aconteceu no primeiro tempo em relação do que estava para acontecer na segunda etapa. Duas falhas individuais fizeram o Paraná passar a frente no placar; Uelinton não subiu para cabecear e sozinho o atacante paranaense empatou o jogo; e numa cobrança de falta rasteira e sem muitas pretensões Douglas deu rebote para frente da pequena área o que o atacante do Paraná não perdoou e fez 2X1.
Aí surgiu a mão do nosso técnico: vendo a dificuldade de penetração pelo meio da defesa adversária, PC Carpegianni decidiu recuar Michel e liberar os laterais Léo e Mansur para penetrar na defesa deles pelos flancos. Deu tão certo que Léo fez o segundo gol e Mansur o quarto. O terceiro gol foi do zagueiro artilheiro Victor Ramos que escorou um cruzamento de Tartá. Ainda sofreríamos um pouco até o final, pois ao marcarmos 4X2, o Paraná no munito seguinte fez o seu terceiro gol mas agüentamos a pressão até o fim do jogo. No final os paranistas não queriam que o juiz acabassem o jogo com eles no ataque, mas como já haviam passado um minuto além do tempo de 49 minutos proposto pela arbitragem, o juiz deu como encerrada a partida o que causou um pequeno tumulto com a expulsão de Fernandinho ex-Vitória.
Dever de casa feito agora é trabalhar para pegarmos o ASA na próxima terça.
Boa semana para nós!  
   

1 Comentários

  1. na galeria dos famosos ponha,joão ubaldo ribeiro nosso representante na academia brasileira de letras.
    by=paulo pimenta.

    ResponderExcluir