Manter a escrita dentro de casa pra se dar bem no G4

Ter preparação física ideal, é pré requisito no Vitória 
Num campeonato longo e bastante imprevisível, o que aconteceu com o nosso Vitória na última rodada pode deixar de ser um desastre e ser apenas um acidente de percurso, dependendo apenas da performance da equipe lá no final do torneio. É totalmente inaceitável que percamos outros
jogos naquelas condições de Serra Dourada. Sabemos que o Goiás não é nenhuma ‘mosca morta’, mas querer justificar o injustificável é querer “tapar o sol com a peneira”. Acreditamos que a lição foi assimilada da pior forma possível. E como diziam os nossos pais: “nada que umas boas palmadas pra resolver”.
Apanhamos. Espero que aprendamos. E coloquemos este fato no passado para seguirmos em frente.
O time
Com o retorno de cinco jogadores ao time titular o Vitória vai encarar o Avaí com a responsabilidade de vencer em casa e manter–se no G4 o que é importante nesta fase do certame. O time que ainda não perdeu em casa neste ano deve fazer da lição de casa o seu forte e sempre que der (não foi o caso no sábado passado), morder um ou três pontinhos fora de casa. Com as voltas de Uelinton, Douglas, Nino, Mansur e Rodrigo o Vitória encerrou os treinamentos preparativos para o confronto com o time catarinense, neste sábado no Barradão.
Com Douglas; Nino, Victor, Rodrigo e Mansur; Uelinton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken; Marquinhos, Neto Baiano e Tartá. Esse é o nosso time para fazer a virada do Goiás cicatrizar, e virar passado. Um passado recente, mas passado!
Boa sorte pra nós!9

0 Comentários