Líder, aplicado, inteligente, visão de jogo e decisivo. Este é Geovanni.


Focados na reabilitação da equipe no Campeonato Baiano, e consequentemente na afirmação do entrosamento, e arrumação tática e técnica do Vitória conseguimos um excelente resultado com o triunfo perante o Bahia na tarde de ontem no Barradão. Como em todo clássico foi um jogo emocionante desta vez recheado de gols. Já aos sete minutos estávamos ganhando de 2X0 com gols de Neto Baiano e de Gabriel. Com esse placar o Vitória relaxou um pouco e
fomos surpreendidos com o empate de 2X2. E ainda antes de findar o primeiro tempo, aos 48 minutos,  Mansur sofreu uma falta em frente à área do Bahia, e como num ritual Geovanni ajoelha-se durante alguns segundos olhando a bola enquanto a barreira era formada. Autorizado pelo árbitro Geovanni bate a falta com perfeição e coloca a bola no ângulo do gol de Marcelo Lomba coroando a sua volta à titularidade do time rubro negro e fechando o placar em 3X2 ainda no primeiro tempo.
Apesar de não sair gols no segundo tempo os goleiros foram bem exigidos sendo que Marcelo Lomba muito mais do que Renan devido à explícita superioridade do Vitória num jogo mais fechado e disputado, ou pelo menos aberto como foi o primeiro tempo.
Com esse triunfo o Vitória diminui para quatro a diferença do primeiro para o segundo e terceiro do G-4 incendiando o campeonato.
A decisão final foi de Cerezo
Apesar de formarmos coro com toda a torcida vitoriana para a retirada de Lúcio Flávio que não vem em um bom momento, a decisão de colocar Pedro Ken e Geovanni veio de Toninho Cerezo ao ceder aos pedidos da torcida e com isso quem vence é a nação rubro negra. Depois de rever a sua escalação a pedido da torcida, Cerezo levou o Vitória a vencer convencendo contra o Camaçari (4X1); classificou para a segunda fase da Copa do Brasil contra o São Domingos-Se (2X0), e ganha agora não apenas o BA-VI, mas também tranquilidade para respirar em busca da condição de ser semifinalista do Baianão, tendo a motivação da torcida que certamente apoiará o time nessa reta final do campeonato.
Geovanni confirmou o que a torcida já sabia
Líder dentro de campo e aplicado taticamente. Inteligente e com excelente visão de jogo. Determinante em seus passes e/ou assistências e decisivo em suas cobranças de faltas, Geovanni fez jus aos apelos da torcida rubro-negra pela sua entrada no time confirmando uma máxima que diz: 'às vezes quem estar de fora enxerga melhor'.  
Não é Cerezo?!
Taí o clima agora é outro na Toca!

0 Comentários