A insistência de Cerezo com Lúcio Flávio vem prejudicando o rendimento do Vitória


Sem render o que sabe, Lúcio Flávio é mantido no time por Cerezo

É fato que o meio-campo do Vitória não vem produzindo o esperado por todos, mas também é fato que o técnico Toninho Cerezo tem uma predileção pela manutenção de Lúcio Flávio (foto) no time e o rapaz não faz o time evoluir o que vem prejudicando sensivelmente o rendimento da equipe. Quando o time joga bem e vence ele, Lúcio Flávio, nunca se destaca. Quer dizer os outros jogam bem e ele vai
junto somado à média do grupo. Mas ele ocupa uma posição que deve ser o "cérebro" do time. O cara que pensa as jogadas.
Ontem no jogo contra o São Domingos-SE (0X0) em Itabaiana, o time esbarrou numa retranca danada e parece-nos que o nosso técnico Cerezo não se antentou para isso. Como Mineiro jogou péssimo (mal é pouco), o Lúcio Flávio teria que contar com Michel e Pedro Kem, mas com esse último jogando desentrosado e fora de sua posição de origem. Resultado não saímos do empate.
Claro que Cerezo só estava respeitando o adversário quando disse que o empate seria um bom resultado no jogo de ontem, mas a nossa incompetência fez o resultado. Empatamos por não termos sidos competentes exatamente no meio-campo de Lúcio Flávio, que teria que armar com suas jogadas, o desbloqueio à retranca do time sergipano. Foi explícito que quando Geovanni entrou no lugar dele o time evoluiu. Só achamos que aquela substituição deveria ter sido feita muito antes (talvez no primeiro tempo) e também que permitisse que Geovanni jogasse mais tempo junto com Marquinhos que saiu para entrada de Dinei. Este chutou a única bola que teve perigo para o gol do São Domingos-SE. Um chute na trave.
O prejuízo
Ficaremos prejudicados com o um jogo no meio de semana que antecede o clássico com o outro lá pelo Campeonato Baiano. Apesar de jogarmos em casa na próxima quarta (14/03) no Barradão, o São Domingos vai ousar nesta partida para obter o resultado que lhe interessa, e como vimos ontem eles não são bobos, apesar de tecnicamente inferiores.

0 Comentários