"Série B é isso, tem que ter um algo a mais" disse Benazzi


Vencer fácil o pior e já rebaixado Duque de Caxias por 5 X 1, é um resultado que quando analisado por certos comentaristas esportivos foi visto por uns como uma boa vitória e por outros o placar não dá para saber se o Vitória vai encaixar de vez o jogo e realizar uma boa seqüência. Essa foi a tônica das análises das resenhas pós jogo de ontem nas rádios de Salvador. O certo é
que vencemos e vencemos bem e por isso acreditamos que o Vitória venha manter essa postura de clube de Série B que deseja ser Série A. A pegada tanto exigida por Benazzi, ou a cara que tanto falamos aqui no blog apareceu e deve ser mantida para a nossa escalada na tabela.
Por falar em tabela, se formos dá uma olhada nela nada mudou depois da 23ª rodada. O Vitória continua na 7ª colocação, o que mostra que se nós vencemos os que estão na concorrência direta pelo G-4 venceram também. O único que perdeu foi o Náutico que perdeu para o Bragantino que está bem à nossa frente na tabela.  
O jogo
Marquinhos[foto] foi o cara do jogo com três gols e a assistência para o gol de Neto Baiano que desencantou depois de tantos gols perdidos. Mas as excelentes participações de Geovani, Preto e Fernandinho levou o Vitória a este triunfo de placar elástico. O árbitro Emerson Almeida só não complicou porque o Vitória sobrou no jogo, mas houve pênalti não marcado e marcado errado, faltas claras não marcadas e cartões não dados. Muito ruim o juiz da CBF.
Queremos destacar a estréia de Arthur Maia, a jóia do Barradão, que entrou no jogo e ainda fez o quinto gol. Queremos vê-lo entrando de primeira num jogo.       

0 Comentários