Que São Judas Tadeu nos ajude nessa

Às vezes a paixão entra em crise o que nos leva a repensar a relação. Mas quando esta paixão é por um clube de futebol este sentimento ganha uma dimensão imensurável.
Já antes do jogo contra o Sport [aquele desastre], havíamos nós, editores e torcedores apaixonados pelo Vitória, descordado da escalação do nosso time pra aquele jogo. Benazzi colocou o
lateral esquerdo no meio, e um meia na lateral esquerda. A nossa equipe se dividiu entre incoerência e experiência. Depois do jogo ficou provada a incoerência do nosso comandante naquele fatídico jogo.
Veio o jogo contra a Ponte Preta, e diante do mal estar que causou a nós torcedores rubro negro que formamos este blog, ficamos paralisado em reconhecer a grande dificuldade do Vitória terá para acessar a Série “A”. Nunca deixaremos de torcer pelo nosso Vitória. Isso é algo inadmissível. Mas para quem ama este clube temos que ser realistas: está entrando para o rol das causas impossíveis do glorioso São Judas Tadeu os pedidos para o nosso rubro negro baiano subir à Série “A”.
Ganhamos bem da Ponte Preta (2 X 0) e subimos uma só colocação na tabela. Estamos na sétima colocação. Mas é preciso muito mais que isso, é necessário emplacarmos uma série de vitórias para, primeiro entrar no G-4, e depois trabalhar e muito pela nossa manutenção na zona de acesso.
O jogo
Ganhamos o jogo contra a Ponte depois das expulsões de Alison [VIT] e Ricardinho [PP] ainda no primeiro tempo. Antes disso só dava Ricardinho nas armações da “macaca” infernizando a “cozinha” do Vitória. Com a entrada de Maurício no lugar de Uelinton [contundido] formando a zaga com Jean a nossa defesa se tranqüilizou fazendo com que nos preocupássemos mais em criar. Numa subida de Zé Luís este marcou de cabeça o primeiro gol, após a cobrança de escanteio de Fernandinho. No segundo tempo o jogo ficou mais pra nós e confirmou-se quando numa enfiada pela direita Nino Paraíba marcou o seu primeiro gol nesta competição.
É como dissemos tá difícil, mas não jogamos ainda a toalha. Depois de amanhã tem mais. Tem Paraná lá em Curitiba.
Sorte pra nós.  

0 Comentários