G-4: a obsessão dos dois "leões"


Mais um embate neste fim de semana em busca da aproximação do G-4. Esta é a incansável rotina do Vitória no certame 2011 da Série “B”. Incrível como todas as vezes que o nosso rubro negro aproxima-se da zona de acesso algo de errado acontece, por exemplo o mais regular atleta do Vitória no campeonato o goleiro Fernando,  falhou uma única vez  e o time perdeu pontos que o levaria às primeiras posições. O que é positivo é a confiança do time em buscar nestas catorze
rodadas que nos restam uma das quatro colocações que nos leve à Série “A”.
Se prestarmos bem atenção nem imprensa nem tampouco torcida pedem mais contratações, porque o Vitória até exagerou em contratações. Não, ninguém pede mais jogador. Até chega a assustar a rotatividade de contratações e dispensas que o Leão fez durante esta Série “B”. Jogadores chegaram a pouco (como Richely, Jean e Charles Vagner) e jogadores saem todos os dias (Jérson saiu ontem), nesta eterna busca pelo G-4
Isso já virou obsessão de todo rubro negro baiano.
Sem perder a sete jogos, mas sem conseguir seus objetivos o Vitória enfrentará o Sport também com sete jogos sem perder. A Ilha do Retiro devem ficar pequena para o confronto de Leões no sábado às 16:20h. O técnico Wagner Benazzi, confiante no Vitória, disse que de casa cheia é melhor de jogar. Então esperemos um bom jogo amanhã e do qual saiamos vitoriosos.
O time
Temos surpresa na escalação do time que jogará amanhã em Recife. Com Neto Coruja saindo do DM e Zé Luis suspenso, Benazzi fará uma mexida inusitada, Fernandinho que é o lateral esquerdo vai pelo meio e Felipe que meia vai pela lateral esquerda. O que achamos sensato é que se não der certo inverter-se as posições e pronto. Benazzi é o técnico, e como disse o goleiro Fernando, com a chegada dele ao Vitória o time ganhou equilíbrio, nós esperamos que ele encontre a melhor forma de entrar em campo amanhã.
Boa sorte para nós vitorianos.        

0 Comentários