Que começo, hein?!

Quem imaginou, como nós, um Vitória forte na Série “B” deste ano, teremos que rever nossas opiniões diante de um começo tão melancólico. Mesmo tendo a saída de três titulares que vinham disputando o campeonato baiano (Nikão, Elkeson, Viáfara), além da troca de técnico, nada justifica tal desempenho neste certame. Claro que a diretoria perdeu uma grande oportunidade de aproveitar o estadual para entrosar o plantel forte deixando a equipe engrenada para iniciar a Série “B”. Isso é básico. Mas as contratações vieram a conta-gotas deixando a torcida angustiada. E agora mais uma vez teremos que correr atrás para entrosar e arrumar a equipe dentro do campeonato. O planejamento foi pras as “cucuias”.
Triste futebol.
Tão apaixonante e ao mesmo tempo tão desorganizado.
Nós não temos muito a falar. Lopes e Geninho, não possuem nenhuma responsabilidade no que vem ocorrendo desde as finais do estadual e o início da Série “B”. Cabe sim, a Alexi Portela, Beto Silveira e Oscar Yamato, remendar o tal "planejamento" em busca de uma reação do time dentro de campo, que é o que importa a nós torcedores.
Falamos em nosso último texto, aqui no blog, que amargaríamos a condição de sermos Série “B”. Mas cara é ruim demais!
Da direção não acreditamos que venha sair mais nada, pois esta deve está amargando a falta de atitude no ano passado de não investir pesado para manter-nos na elite. Agora!!!
Geninho, resta-nos o seu trabalho! O plantel não ruim, apesar de acharmos que caberia um ou dois nomes de peso para completá-lo. Hoje o nosso ataque é o que chamamos de “ataque cardíaco”. Mas é que o time está desentrosado, pois maioria dos caras chegaram “ontem”! (Zé Luis, Mancha, Edu, Xuxa, Jérson, Fernando, Pablo Pereira, Fernandinho, Maurício, e ainda tem mais dois do Botafogo (da negociação de Elkeson) e a eterna dúvida de Marquinhos ex-Vitória e atualmente do Flamengo. Mas como o campeonato é longo temos tempo para recuperar os seis pontos perdidos (para o ICASA e Guarany), e trazermos de volta à motivação na caminhada de retorno a elite do futebol brasileiro.
Nosso objetivo maior.

0 Comentários