Quem achava que passar pela série “B” seria um desfile de volta a Série “A” enganou-se. Não é, não foi, e nunca será fácil a passagem pela segundona.
É pauleira mesmo.
Analisemos os fatos.
Por que Ricardinho não veio para o Vitória e está no outro lá?
Por que a dificuldade de se realizar contratações de peso para o nosso clube, quando sabemos que o caixa tá feito com a venda de Elkeson?
Tem um amigo nosso, que também é rubro negro, que nos perguntou, ironicamente, se não tinha uma “mãozinha” de Paulo Carneiro “melando” as tentativas de contratações feitas pelo Vitória, utilizando-se daquela máxima de que “quanto pior para diretoria atual melhor para ele”. Detestamos o Paulo, mas não acreditamos nisso, porque o que na verdade vem ocorrendo é o que o próprio Presidente Alexi Portela já disse: é difícil contratar jogadores de nome, quando estamos disputando a segunda divisão. E isso é óbvio. Qualquer jogador vai preferir jogar num time da Série “A” (jogar aos domingos; jogar contra os times top de linha; Engenhão, Morumbi, Beira Rio, Olimpico, Pacembu, Vila Belmiro, São Januário; transmissões ao vivo pela TV  a cabo e aberta; divulgação na Internet; gols do fantástico; participações em todos os debates esportivos; enfim, jogar na serie “A” é ficar na vitrina do mercado do futebol brasileiro), e essa constatação deverá servir de injeção de ânimo para que nossa diretoria se “acorde” e busque contratar esses atletas mesmo com tais dificuldades.
Já dentro de campo o técnico Geninho sentiu as dificuldades que o time sofreu no único jogo em que ele dirigiu. O stress, o cansaço das viagens, (às vezes de ônibus, às vezes de avião, às vezes dos dois), a pressão do adversário que jogando em casa massacra o visitante, o calor, que no caso do ICASA, calorão do sertão do cariri cearense, etc, etc, etc.
Em conversa com seus jogadores depois da derrota de 3X1 para o ICASA, Geninho disse: “Senhores, eu lhes apresento a Série “B”, isso é Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. É daqui pra pior”.
 
É!!! Nós torcedores rubro negros temos que ter a consciência de que estamos disputando a 2ª divisão, na difícil caminhada de volta para a elite do Brasileirão. Fazer chacotas e esculhambar a nossa diretoria não vai ajudar transpor tais obstáculos que temos de enfrentar nos trinta e seis jogos que ainda faltam na nossa volta a Série “A”.

Tenho certeza que voltaremos a Série "A", mas não vai ser fácil!!!